Extra Tutorial: Personal Validation

English:

In April, during the period when we would have a brief period of “vacation” I came across great questions about my work and my artistic intentions. This may have been triggered by a curator’s attempt to “mold” my 360 ° work to fit in an exhibition. It was many days of e-mail exchanges, in which I explained the concept of the work and gave alternatives for it to fit her intentions, so perhaps our ideas would come together. Unfortunately, even though I liked the exhibition a lot, I could not fit my work into the proposed concept. When we gave up on presenting this piece, I asked myself: are my ideas very crazy or not valid for the art world?

In that context, I asked for an extra tutorial with Jonathan, since I needed the feedback from someone I trusted. With an outward glimpse of what was happening, Jonathan soon realized that the curator was trying to shape my work to fit her yearning and that the fact that she did not get into an exposition does not invalidate my effort and questioning. He put it that I have to have security because what inspires me can also inspire a lot of people and that yes, my work has validity and space in the artistic universe, but I am the person who needs to understand and trust it. I must try as hard as I can to be honest and care with my processes and my expression, and not try to fit it into standards that I believe are more “relevant” to the art world.

I think that now when I have embraced the personal and intimate side of my artistic processes, I feel more vulnerable, but I believe that by being true to my essence I am increasingly on this path of validating my artistic voice. But I know this is a long road.

A few days after this conversation I received the answer that this same work with all its crazy concept of personal rituals was accepted in the conference Besides the Screen to be held at Kings College on 2-3 July. I was very happy.

Português:

No mês de abril, durante o período em que teríamos um breve período de “férias” eu me deparei com grandes questionamentos sobre o meu trabalho e minhas  intenções artísticas. Isso talvez tenha sido engatilhado pela tentativa de uma curadora de “moldar” o meu trabalho 360° para ele se adaptar em uma exposição. Foram muitos dias de trocas de e-mail, em que eu explicava o conceito do trabalho e dava alternativas para ele se encaixar nas intenções dela, e talvez as nossas ideias se cruzassem. Infelizmente, mesmo tendo gostado muito da exposição não consegui encaixar a minha obra no conceito proposto. Quando desistimos de apresentar essa peça fiquei me questionando muito: será que minhas ideias são muito malucas ou sem validade para o mundo da arte?

Nesse contexto pedi um tutorial extra com o Jonathan, pois precisava do feedback de alguém que eu confiava. Com uma visão externa do que estava acontecendo, Jonathan logo percebeu que a curadora estava tentando moldar o meu trabalho para se encaixar nos anseios dela, e que o fato dele não entrar em uma exposição não invalida o meu esforço e os meus questionamentos. Ele colocou que eu tenho que ter segurança, pois o que me inspira pode também inspirar muita gente e que sim, meu trabalho tem validade e espaço no universo artístico, mas eu sou a pessoa que precisa entender e confiar nisso. Preciso tentar ao máximo possível ser honesta e carinhosa com os meus processos e minha expressão, e não tentar encaixá-la em padrões que eu acredito serem mais “relevantes” para o mundo da arte.

Acho que agora, quando abracei o lado pessoal e íntimo nos meus processos artísticos, me sinto mais vulnerável, mas eu acredito que ao ser verdadeira com a minha essência estou cada vez mais nesse caminho de validar a minha voz artística. Mas sei que esta é uma longa estrada .

Alguns dias depois desta conversa recebi a resposta que esse mesmo trabalho com todo o seu conceito maluco de rituais pessoais foi aceito na conferência Besides the Screen que acontecerá no Kings College nos dias 2-3 de julho. Fiquei muito feliz.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s